quinta-feira, 16 de outubro de 2014

PRÓTESE AORTICA IDEAL PARA O PACIENTE DE MEIA IDADE (55 A 60 ANOS)




MECANICA OU BIOLÓGICA?

Duvida frequente para o paciente, o clínico e os cirurgiões,  foi respondida pelo elegante trabalho publicado no EACTS Journal em outubro de 2014:

Comparison between biological and mechanical aortic valve prostheses in middle-aged patients matched through propensity score analysis: long-term results
OBJETIVOS
A escolha da prótese para pacientes de meia idade submetidos a substituição valvar aórtica (TVA) ainda gera discussão. O objetivo deste estudo é comparar os resultados do acompanhamento no longo prazo em pacientes de meia-idade que se submeteram TVA isolada com implante de uma prótese biológica ou mecânica.
MÉTODOS
 Análise retrospectiva de um banco de dados de um centro único foi realizada para identificar pacientes com idade entre 55 e 65 anos, submetidas a TVA isolado por uma prótese biológica ou mecânica entre janeiro de 1996 a janeiro de 2008. Sessenta pacientes com prótese biológica aórtica (Grupo A ) foram identificados e combinados por meio de análise de propensity score a outros 60 pacientes com prótese valvar aórtica mecânica (Grupo B).
RESULTADOS
Não houve diferença entre os grupos em relação às complicações pós-operatórias. Acompanhamento totalizaram 117 ± 51 meses. Em pacientes do grupo A e B, a sobrevivencia analisada aos 10 e 15 anos foi de 77 ± 6 vs 75 ± 6 e 54 ± 13 vs 53 ± 8%, respectivamente ( P = 0,95); aos 10 e 15 anos com ausência de deterioração estrutural da válvula, 81 ± 7 e 64 vs 100 ± 12 vs 93 ± 5%, respectivamente ( P = 0,003); 10 e 15 anos sem necessidade de TVA 87 ± 6 vs 91 ± 5 e 73 ± 11 vs 91 ± 5%, respectivamente ( P = 0,04); 10 e 15 anos livre de endocardite, 94 ± 3 vs 98 ± 2 e 83 ± 8 vs 98 ± 2%, respectivamente ( P = 0,05); 10 e 15 anos livre de eventos hemorrágicos, 98 ± 2 vs 96 ± 5 e 88 ± 6 vs 77 ± 10%, respectivamente ( P = 0,98); e de 10 e 15 anos livre de eventos cerebrovasculares, 94 ± 3 vs 97 ± 3 e 83 ± 8 vs 97 ± 3%, respectivamente ( P = 0,03).
CONCLUSÕES
Apesar da sobrevivência não ter apresentado diferenca entre os grupos, os pacientes com prótese biológica tiveram uma morbidade relacionada à prótese superior no segmento. Assim, os doentes de meia-idade deve preferencialmente receber uma prótese mecânica.

 Análise retrospectiva de um banco de dados de um centro único foi realizada para identificar pacientes com idade entre 55 e 65 anos, submetidas a TVA isolado por uma prótese biológica ou mecânica entre janeiro de 1996 a janeiro de 2008.

http://ejcts.oxfordjournals.org/content/early/2014/10/12/ejcts.ezu392.short

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário: