segunda-feira, 20 de outubro de 2014

REDUZIR TAXA DE READMISSÃO MELHORA A QUALIDADE EM CIRURGIA CARDIACA



  • Um paciente em cada cinco será readmitido por infecção
  • $ 17.400,00 é uma economia possível nos EUA
  • Quase 20% dos doentes de cirurgia cardíaca podem ser reinternados pos procedimento.
  • Infecção e a principal causa de readmissão no Canadá.
  • A média de tempo para readmissão é de 21 dias
  • Mulheres e pacientes diabéticos tem 1,35x mais chances de serem reinternados.

Readmissions After Cardiac Surgery: Experience of the National Institutes of Health/Canadian Institutes of Health Research Cardiothoracic Surgical Trials Network

O crescimento contínuo das despesas de saúde tem levado ao aumento foco em taxas de readmissão hospitalar como um alvo para melhorar a qualidade geral e custo da prestação de cuidados de saúde nos Estados Unidos. Um estudo realizado por Jencks e colegas [1] demonstrou que, em 2004, 20% dos beneficiários do Medicare foram readmitidos no prazo de 30 dias da alta hospitalar, a um custo de cerca de 17.400 milhões dólares.
A análise e sobre um estudo de coorte realizado no Canada com 5059 pacientes submetidos a cirurgia cardíaca. Foram encontrados 945 (18,7%) reinternações em um período de observação de 65 dias.  O total de pacientes readmitidos foi de 836 (16,5%) sendo que 97 (11,6%) pacientes tiveram mais de uma readmissao.  Infecção  foi a causa de 16% dos pacientes reinternados, sendo que em tórax superficial 24%, pneumonia 21,3%, tórax profundo 13,3%, perna(virilha) 10,7% e corrente sanguinea 6%.

Tabela 2
Fatores de risco associados à readmissão
Variável
HR (95% CI)
p Valor



Feminino
1,35 (1,16-1,57)
<0,001
Diabetes mellitus, sim / não
1,35 (1,15 a 1,59)
<0,001
DPOC, sim / não
1,42 (1,19-1,68)
<0,001
Creatinina
1,10 (1,05-1,15)
<0,001
Hemoglobina
0,91 (0,88-0,95)
<0,001
Duração da operação, h
1,15 (1,10-1,20)
<0,001
Procedimento (ref: RM)

 Válvula
1,33 (1,11-1,60)
0.002
 Válvula CRM +
1,52 (1,23-1,88)
<0,001
 LVAD / transplante
3,36 (2,34-4,84)
<0,001
 Aorta torácica
1,40 (1,06-1,85)
0,017
 Outros
1,41 (1,06-1,89)
0,019
CABG = cirurgia de revascularização miocárdica; IC = intervalo de confiança; DPOC = doença
pulmonar obstrutiva crônica; HR = taxa de risco; LVAD = dispositivo de assistência ventricular esquerda.

O tempo médio do procedimento cirúrgico para a primeira readmissão foi de 22 dias (II: 14, 36 dias). Quando separado por procedimento, o tempo médio foi: CRM isolada 23 dias; valvar isolada 19 dias; Válvula + CRM 23 dias; operação da aorta 22 dias; assistência ventricular ou transplante, 42 dias; e outros 21 dias. O tempo médio para a primeira readmissão foi de 5 dias (IQR: 3, 9 dias).
Centros de Serviços Medicare e Medicaid atualmente estima que readmissões hospitalares evitáveis ​​são responsáveis ​​por 17,4 bilhões dólares do orçamento de $ 102.600.000.000 do Medicare. A cirurgia cardíaca representa uma das áreas processuais mais caras, com a carga média para revascularização do miocárdio estimado em US $ 100.000 por caso.  Cerca 2217 hospitais foram avaliados e aqueles que tiveram um numero aumente do de redmissao receberam como penalidade uma ''multa ou desconto'' da receita do Medicare de 0,01 a 1 % no ano fiscal.
Conclusão:
Quase 1 de cada 5 pacientes submetidos a operações cardíacas necessitam readmissão o que traz um impacto significativo para a saúde e implicações econômicas. Práticas de manejo que visam evitar infecções hospitalares, reduzir arritmias pós-operatórias e evitar sobrecargas volêmicas contribuem para a melhora da qualidade em cirurgia.

DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.athoracsur.2014.06.059

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário: